Blog da Família

Saiba quanto custa uma escola particular na hora de matricular o seu filho

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email
Share on whatsapp

Você já parou para pensar em quanto custa uma escola particular para o seu filho? Todo começo de ano, muitos pais e mães começam a planejar quais os gastos que terão com os seus filhos durante os estudos. 

Dessa forma, a família precisa organizar seu orçamento quanto antes para os gastos que virão. Manter as contas em dia é um desafio enorme, por isso acreditamos que com as informações deste artigo você consiga ter ideia de como mensurar e equilibrar sua renda.

Neste artigo, vamos te mostrar como planejar melhor seu orçamento, abordando quanto custa uma escola particular para o seu filho a partir itens como: material escolar, uniforme entre outros. Confira!

1. Apostilas e livros

Muitas escolas particulares possuem seu próprio material didático, como apostilas e livros didáticos. Nestes casos, ela também cobra por este material que será usado por seu filho ao longo do ano. Já que a compra é feita na própria instituição de ensino, uma dica é procurar saber se eles parcelam o valor para facilitar o pagamento.

Outra orientação é que muitos livros podem ser reutilizados, então, a família pode verificar com outros pais e estudantes, que irão para o ano seguinte, se é possível comprar este material por um valor menor, da mesma forma que é possível procurar em bibliotecas e livraria de livros usados. Afinal, muitos livros não são produzidos para durar apenas 1 ano.

2. Atividades fora da escola

Saber quanto custa uma escola particular também envolve os custos que os pais precisam conhecer sobre as atividades que os filhos irão realizar fora do ambiente escolar. Por exemplo, para que os alunos participem de excursões e cursos extras, a escola cobra uma taxa. 

Mas como muitas dessas atividades são opcionais, a criança não precisa participar de todos os passeios necessariamente. 

Portanto, é importante avaliar como a escola atua neste quesito, se ela propõe muitas visitas a museus, teatro, cinema, etc, pois esse tipo de despesa também deve ser considerado durante o ano letivo dos alunos. 

3. Lanche

O lanche também deve entrar no orçamento para saber quanto custa uma escola particular. Nesse caso, vale procurar saber quais os valores praticados pela lanchonete da instituição. 

Assim, você pode fazer as contas e descobrir se custa menos preparar o lanche em casa que seu filho comerá no intervalo. Dessa maneira, além de economizar, isso vai contribuir para uma alimentação muito mais saudável, gerando economia inclusive no campo da saúde.

4. Material escolar

Todos os anos, na época de matricular os filhos, as escolas enviam também uma lista do material que os pais precisam comprar. Os itens serão usados por ele durante o ano, como mochila, cadernos, canetas, lápis de escrever, lápis de cor, etc.

Esse é um gasto que pode pesar muito no bolso dos pais. Por isso, a dica primordial é pesquisar, uma vez que é possível gastar menos na compra do material. Então, vale a pena se juntar a outros pais e comprar esses itens em maior quantidade no atacado, pois eles saem bem mais barato nesse tipo de venda. 

Outra dica é reaproveitar os materiais como canetas, lápis, borracha, estojos, mochilas, lancheiras, etc. Nisso, você pode, inclusive, ensinar os filhos a cuidarem melhor de seus materiais escolares. 

Os pais também podem conversar com os filhos sobre como economizar nas compras dos materiais. Isso faz parte da educação financeira. Dessa forma, você irá envolvê-los na economia da sua própria educação, de forma a utilizar os recursos de modo responsável.

5. Mensalidade

Muitas vezes, a mensalidade é o primeiro item que muitos pais observam no quanto custa uma escola particular. Esse é um valor que cobre as muitas despesas da escola, para seu funcionamento e  manutenção de sua estrutura, como o salário dos professores e dos outros funcionários, equipamentos, reformas e material de limpeza. 

Muitas escolas particulares costumam oferecer bolsas para os estudantes e muitos descontos. Dessa forma, pais e filhos devem se Informar sobre as regras, se a bolsa é distribuída por desempenho por meio de uma prova ou por uma avaliação socioeconômica, por exemplo. No último caso, basta separar os documentos necessários para fazer o pedido e apresentá-los à instituição.

Outra dica interessante visa entender as formas de pagamento de escola particular para o seu filho. Você já procurou perguntar se é possível obter maiores descontos caso pague a anuidade? Isso pode ser considerado se você já tiver alguma renda em caixa voltada para a educação do seu filho. E outro aspecto é considerar os reajustes feitos de um ano para o outro nas escolas.

6. Transporte escolar

Aqui, os pais precisam avaliar a necessidade de contratar o transporte escolar para os seus filhos, o que vai depender de muitos fatores, como tempo e a distância até a escola.

A dica que você pode seguir é encontrar outros pais e mães que praticam a carona solidária. Assim, cada dia ou semana, um pai ou uma mãe fica responsável por levar e buscar as crianças em segurança.

7. Uniforme

Por último, saber quanto custa uma escola particular para o seu filho também passa pelo uniforme que o colégio exige a todos os alunos. 

Para tentar reduzir gastos, busque saber se a escola fornece uma lista das lojas que vendem uniformes na região. Procure pesquisar em quantas puder para encontrar o melhor preço.

Assim, para impactar menos nos custos, é interessante que as crianças continuem utilizando os mesmos uniformes do ano anterior, mas somente se estiverem em bom estado. Já se a instituição de ensino não exigir o uso dessas peças, a dica é reservar roupas específicas para as crianças usarem na escola.

Viu como todos esses itens estão associados a quanto custa uma escola particular? Esperamos que as informações do artigo tenham sido bastante úteis e você consiga economizar mantendo uma educação de qualidade para o seu filho. Agora, aproveite para ler nosso próximo artigo e veja mais dicas de como escolher a escola para o seu filho? Boa leitura!

Compartilhe esse post
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email
Share on whatsapp

Sobre o autor