Blog da Família

O colégio e os pequenos

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email
Share on whatsapp

 

A Educação Infantil é uma das etapas mais importantes da formação de uma criança, pois é onde ela começa a experimentar o mundo fora do seu núcleo familiar, faz novos amigos, aprende a conviver com as diferenças e faz diversas descobertas nas áreas do conhecimento. A primeira infância é conhecida como o período que vai desde a gestação até aproximadamente os seis anos.

Hoje em dia, o colégio não é mais visto apenas como um lugar onde são realizados os cuidados básicos de higiene e alimentação, e sim onde educar e cuidar estejam agregados, além disso, onde laços são criados desde a primeira infância.

Os estímulos motores, afetivos e sociais oferecidos aos pequenos nos primeiros anos de vida, são de extrema importância na definição de uma vida mais harmoniosa e feliz. O desenvolvimento da autonomia leva a criança a poder tornar-se criativa, crítica e questionadora, para que possa então, interferir no mundo onde vive. Os especialistas defendem ainda que as experiências nessa fase são de extrema importância para definir o desenvolvimento do indivíduo.

Quanto melhores forem as condições do seu filho para o seu desenvolvimento no período da primeira infância, maiores serão as chances de alcançar seu pleno potencial ao longo da vida. Nesse momento, a instituição se apresenta como um diferencial, que vai ajudar a oferecer essas condições de desenvolvimento.

É também nessa fase onde as capacidades cognitivas e afetivas são despertadas, através do desenvolvimento da psicomotricidade. Por meio de artifícios como, massa de modelar e giz de cera, alia o movimento do corpo ao mundo interno do indivíduo, fazendo com que, pouco a pouco, seu aprendizado seja estimulado.

Através de brincadeiras lúdicas as crianças conseguem expressar o que pensam ou sentem. É a partir dessas atividades que a linguagem é desenvolvida. Algumas formas de expressão populares e efetivas são os jogos de tabuleiro, desenhos, cantigas e danças. Quanto mais estímulo através desse tipo de atividade, maior será o seu desenvolvimento.

A base para o aprendizado, na Educação Infantil, é fazer a criança interagir por meio de brincadeiras aliadas às estratégias pedagógicas. Ao se expressar, o aluno adquire a capacidade de se comunicar melhor. Isso fará com que, na vida adulta, consiga ter desempenho positivo em diversas situações, como em uma entrevista de emprego ou em trabalhos em equipe.

Desenvolver a inteligência emocional na primeira infância é de extrema importância. No colégio, a criança nem sempre terá a atenção total do professor. Da mesma forma, não ganhará em todas as brincadeiras e nem terá o melhor desempenho em todas as atividades.

Ao contrário do ambiente familiar, em que muitos pais têm dificuldade para dizer não, no ambiente educacional isso ocorre com frequência. Receber alguns “nãos” é importante para desenvolver a inteligência emocional do aluno e fazer com que, quando adultos, consigam lidar com as frustrações com leveza.

Não podemos esquecer que os pequenos devem ser tratados com respeito e cuidado, além de serem tratadas como crianças. A estimulação precoce é um processo que precisa ser leve e divertido, podendo ser desenvolvido pelo colégio com o auxílio de brincadeiras que são condizentes com a idade das crianças envolvidas. O processo precisa ser gentil, a finalidade não é sobrecarregar a criança, e sim ensinar desde cedo a convivência com outros seres humanos de uma forma harmônica.

Compartilhe esse post
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email
Share on whatsapp

Sobre o autor