Blog da Família

Como a inteligência emocional na escola é desenvolvida com os alunos

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email
Share on whatsapp

A inteligência emocional na escola possibilita aos alunos maior controle sobre as emoções, afinal, a capacidade de lidar com elas é essencial no período escolar e também muito útil para o futuro profissional dos estudantes. 

Por isso, é fundamental que eles aprendam a moldar suas atitudes por um viés positivo e benéfico para a saúde. Portanto, o desenvolvimento da inteligência emocional precisa ser incentivado tanto pelas famílias das crianças quanto pela escola. Pois, assim como é possível aprender os conteúdos formais, as características e habilidades emocionais também podem ser trabalhadas.

O desenvolvimento da inteligência emocional na escola pode e deve ser estimulado com todos os alunos. Mas você sabe como isso é feito no ambiente escolar?

Neste artigo, vamos explicar o que é a inteligência emocional e seus pilares, sua importância e algumas práticas que podem ser trabalhadas com os alunos na escola. Acompanhe! 

O que é inteligência emocional

O conceito de inteligência emocional foi popularizado pelo psicólogo americano Daniel Goleman por meio do seu livro “Inteligência Emocional”, publicado em 1986, em que ele a define como “a capacidade de identificar os nossos próprios sentimentos e os dos outros, de nos motivarmos e de gerir bem as emoções dentro de nós e nos nossos relacionamentos”

O autor ainda destaca 5 pilares essenciais para definir a inteligência emocional:

Conhecer as emoções:  refere-se ao conhecimento das emoções e as ações que são tomadas como resposta aos estímulos recebidos. Esse processo permite que a pessoa reflita sobre a maneira como lida com os aspectos emocionais.

Controlar as emoções: após conhecer as emoções, também é preciso aprender a controlá-las. Por isso, é importante saber reagir conforme cada situação, ter uma mente positiva, calma para tomar alguma atitude e evitar pensamentos negativos.

Ter automotivação: ao reconhecer e controlar as próprias emoções, se torna mais fácil ter motivação, sendo capaz de responder aos estímulos de modo consciente. 

Ter empatia: a empatia faz com que a pessoa se coloque no lugar do outro, tornando-a mais sensível aos sentimentos alheios.

Saber se relacionar: ao controlar os sentimentos e entender as emoções dos outros ao redor, se cria um ambiente positivo para conviver. Isso possibilita desenvolver melhor os relacionamentos interpessoais e, consequentemente, aumenta a qualidade de vida para todos.

Agora que você já sabe o que é a inteligência emocional e os seus pilares, vamos mostrar os benefícios da inteligência emocional na escola para o desenvolvimento do seu filho.  

Benefícios da inteligência emocional na escola

Muitas habilidades são adquiridas pelos alunos quando a inteligência emocional é desenvolvida no ambiente escolar. A criança consegue aplicar seus aprendizados em outros ambientes e tende a alcançar seus objetivos de forma mais eficiente.

Vale ressaltar que quanto mais os alunos experimentam situações diversas e aplicam os pilares da inteligência emocional, eles estarão mais aptos para interagir no mundo, que cada vez mais demanda o uso da empatia, o trabalho em equipe, o respeito à diversidade, etc.

A seguir citamos alguns benefícios do trabalho com a inteligência emocional na escola com os alunos:

  • ampliação da atenção e da concentração;
  • auxilia na superação de desafios;
  • capacidade de controlar impulsos;
  • competência para inspirar e motivar pessoas;
  • desenvolvimento da empatia;
  • diminui índices de violência;
  • encoraja o convívio com as diferenças;
  • estabelecimento de vínculos afetivos baseados no respeito e na compreensão;
  • estimula escolhas responsáveis e saudáveis;
  • facilidade para se expressar;
  • facilidade para utilizar as emoções em seu favor;
  • identificação das emoções dos outros;
  • melhora o desempenho acadêmico;
  • melhor desenvolvimento de outras habilidades cognitivas;
  • previne o bullying;
  • promove o trabalho em equipe;
  • reduz a ansiedade e a depressão;
  • maior competência para o autoconhecimento.

Além desses benefícios, o próprio ambiente escolar torna-se um local mais tranquilo para que o processo de ensino-aprendizagem ocorra de forma mais produtiva. Isto porque os professores passam a focar suas ações nas necessidades mais específicas dos alunos e não nos conflitos que antes existiam sem o trabalho com a inteligência emocional.

Como trabalhar a inteligência emocional na escola

Desenvolver a inteligência emocional é um processo de construção bastante influenciado pelo ambiente. Por isso, as escolas precisam exercer um papel ativo para formar os estudantes. Inclusive escolas de outros países já possuem em seu currículo a educação emocional.

Contudo, para que ela seja inserida em escolas que ainda não a possuem, uma possibilidade é ministrar a educação emocional de forma transversal, alinhando com as diversas disciplinas por meio da colaboração dos professores. 

Outro modo, seria o professor identificar quais objetivos quer chegar com cada prática. Ele pode querer que as crianças aprendam a identificar suas emoções fazendo jogos ou brincadeiras lúdicas que estimulem a percepção delas, por exemplo. Caso ele queira que os alunos aprendam a controlá-las, é necessário conversar com as crianças quando estiverem mais emotivas e explicar que eles devem expressar suas emoções corretamente, como raiva tristeza, alegria, etc. para que os outros saibam como agir.

O papel do professor é fundamental para o ensino da inteligência emocional na escola, uma vez que ele pode usar a sua sensibilidade abrindo novos espaços e mediando o debate para a educação emocional. Dessa forma, ele também passa a preparar os alunos para serem conscientes e responsáveis em sua forma de sentir, de pensar e, principalmente, de agir.

Além disso, ele potencializa o aprendizado dos conteúdos tradicionais, pois permite que cada aluno vença os obstáculos e os limites em aprender determinado conteúdo.

Agora que você sabe como a inteligência emocional na escola é aplicada com os alunos, que tal ler o nosso próximo artigo? Nele, você vai saber como é uma escola do futuro e os benefícios que ela proporciona ao aprendizado do seu filho! 

Compartilhe esse post
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email
Share on whatsapp

Sobre o autor