Blog da Família

Conheça os 8 pontos fundamentais para avaliar a estrutura da escola

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email
Share on whatsapp

Sabia que a estrutura da escola tem impacto direto no aprendizado dos alunos? É o que concluiu um estudo da Unesco com a Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG). 

Ele utilizou dados do Censo Escolar e do Sistema de Avaliação da Educação Básica (Saeb) de 2013, 2015 e 2017, analisou dados de 143 mil escolas das redes federal, estadual, municipal e privada e comparou com notas no Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb).

Conhecer o espaço da instituição do seu filho é o principal caminho para verificar se há o alinhamento entre a proposta pedagógica e os espaços programados para este fim, pois, assim como sua organização, a manutenção, segurança e outros fatores, revelam muito sobre o que é desenvolvido ali.

É preciso perceber se a estrutura possibilita a movimentação e a independência dos estudantes e se ela contribui para a ampliação das suas possibilidades de aprendizagem.

Mas o que observar na estrutura da escola?

Neste post, daremos algumas dicas de como você pode avaliar a estrutura da escola e entender se ela é favorável para o aprendizado do seu filho.

Melhor a estrutura da escola, melhor o  desempenho

Como vimos acima, as escolas com os maiores níveis do Ideb irão se relacionar com os melhores indicadores de infraestrutura.  

Esse indicador de infraestrutura geral é formado pelos seguintes aspectos:

  • Serviços básicos (água, energia, esgoto e coleta de lixo);
  • Instalações do prédio (presença de espaços como banheiro, cozinha, refeitório e despensa);
  • Prevenção de danos (proteção contra incêndio, boa iluminação do lado de fora da escola, muros e mecanismos de proteção);
  • Conservação;
  • Conforto (iluminação e salas arejadas);
  • Ambiente prazeroso (pátio, área verde e banheiro com chuveiro);
  • Espaços pedagógicos (laboratórios, biblioteca, quadra, auditório);
  • Equipamento para apoio administrativo (copiadoras, impressoras e internet);
  • Equipamento para apoio pedagógico (TVs, DVDs, máquinas fotográficas);
  • Acessibilidade;
  • Ambiente para atendimento especializado (ensino de braile, comunicação alternativa, soroban).

O resultado foi que o índice geral das escolas de ensino médio do Brasil está em 5,7. É um dado que corresponde a todas as variáveis de todas as unidades de ensino do país.

Diante desses dados, é fundamental que os pais busquem por escolas que possuem os serviços básicos e um ambiente prazeroso para os estudantes, pois o bem-estar é tão importante quanto o conteúdo a ser ensinado.

Portanto, você pode verificar a estrutura da escola nos seguintes aspectos:

1. Entrada e saída

Uma dica muito importante é verificar como está organizada a entrada e a saída de pessoas para saber se a escola oferece segurança aos alunos. Vale atentar para a maneira como se dá o controle do fluxo de pessoas, as medidas de segurança e a presença de algum responsável da escola enquanto entram e saem todos os estudantes. 

2. Salas de aula

As salas de aula devem ser organizadas, mas também desafiadoras, de forma a oferecer oportunidades de experiências de aprendizagem que possam contribuir para o desenvolvimento de competências sociais e cognitivas dos alunos. 

Além disso, elas devem ser limpas, arejadas e confortáveis. 

As quadras para a prática de esportes nas aulas de educação física também contam, assim como a sala de música e de artes, laboratório de ciências e de informática.

3. Biblioteca

No ambiente da biblioteca é importante que haja a presença de um bibliotecário que oriente as pesquisas, assim como um acervo atualizado com livros, revistas, jornais e outros aparatos informativos como cds, dvds, etc. 

4. Banheiros

Um fator importante e nem sempre lembrado para avaliar a estrutura da escola é a verificação dos banheiros. É importante observar o estado de higiene em que se encontram e as suas condições físicas, se são adaptados e também acessíveis a todos os alunos.

5. Espaço de recreio e esportivos

Ao analisar a estrutura da escola, o pátio para o recreio também deve ser levado em consideração. 

Veja se ele é adequado para os alunos brincarem e se interagirem no horário do intervalo. 

Ele deve viabilizar o conhecimento e a interação entre os alunos de outras turmas e de diferentes idades por meio de brincadeiras e jogos organizados de forma espontânea. É importante que ele também conte com a presença de monitores para garantir a segurança de todos.

Você também pode avaliar se nestes espaços a escola realiza outros projetos artísticos como música, teatro e dança. 

6. Espaços externos

Os espaços externos precisam atender às necessidades com relação à mobilidade e à independência dos alunos.

Os pais podem verificar se essa estrutura da escola é aconchegante, onde eles podem escutar histórias, dramatizar cenas, brincar, correr, ouvir música e manifestar variadas formas de expressão. 

E uma dica importante é não deixar que a beleza do local predomine sobre a avaliação da escola em virtude da qualidade do ensino empregada por ela.

É essencial que os estudantes também se sintam acolhidos como parte integrante do ambiente escolar, ou seja, que eles sejam incorporados nestes espaços de forma a contribuir para a construção colaborativa de novos saberes. 

Tudo isso vai favorecer o desenvolvimento da autonomia e de habilidades cognitivas, afetivas, sociais e culturais. 

7. Mobiliário

A decoração também entra na avaliação da estrutura da escola. Esse aspecto pode ser verificado em consonância com os princípios pedagógicos empregados pela instituição. 

Nisso, também entram as exposições das produções dos alunos, que remetem aos seus aprendizados, conquistas e individualidades.

8. Vale perguntar também

Durante uma visita para conhecer a estrutura da escola, pergunte ao responsável:

  • Como é feita a adaptação do aluno (os pais podem ficar com a criança durante algum período, horas, dias)?
  • Quem acompanha as crianças nos ambientes (além dos professores, existem monitores, auxiliares, estagiários)?
  • Como a comunicação entre a família e a escola é feita (é fácil encontrar a diretora e contactar um professor, por exemplo)?
  • Que tipos de atividades são desenvolvidas pela criança dentro e fora da sala de aula (aulas de artes, teatro, cinema etc)?
  • O espaço físico é compatível com a proposta da instituição (existem áreas específicas para as atividades propostas, como uma sala de TV no caso de cinema)?

Fazer uma visita para conhecer a estrutura da escola é fundamental para avaliar se ela está de acordo com as suas exigências e necessidades. Pois, como vimos neste artigo, não só o ensino contribui para o desenvolvimento do seu filho, o ambiente conta muito para ampliar esse fator. 

Além disso, a estrutura da escola deve ter uma função pedagógica que permita desenvolver o aprendizado, contando com espaços adequados aos diferentes recursos de ensino.

Gostou de conhecer os fatores que são importantes no momento de avaliar a estrutura da escola? Então, aproveite para conferir também o nosso artigo sobre como escolher uma escola para o seu filho e entender quais outros aspectos devem ser analisados!

Compartilhe esse post
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email
Share on whatsapp

Sobre o autor